Modos e significados de atar a cola do cavalo

O gaúcho riograndense tem o hábito e lhe causa gosto especial – como que fascinação – de "andar de cola atada", como ele mesmo diz na gíria campeira. Ele imagina, mentalmente, que cada modo cause um dado efeito nesse imemorial hábito simbólico do peão de estância, no Rio Grande do Sul ...
... montando em cavalos Crioulos que regulam de 1m,42, porque se escolhia o reprodutor baixo, comprido e de boa periferia – todos traziam atada a cola de seu corcel, o que o campeiro muito considerava, dizendo textualmente:
"Meu cavalo é como um pensamento", expressão até hoje usada por tradição e com orgulho.

Como se vê em linhas gerais, a cola atada embora não trazendo vantagem maior para o serviço, era mais um hábito e, especialmente, um ornamento, como pode ser o tirador, o lenço ao pescoço.

Atar a cola do redomão (cavalo de mais de três galopes) é usado para tirar as cócegas do mesmo. Usa-se, também, em tempo de grande chuvas, para passar em pântanos, evitando embarrar a cola.‘Mais do que tudo - a cola atada, em suas diversas modalidades – tem para o gaúcho um significado especial e tradicional.

O cavalo com a cola atada – por uma impressão nervosa que se comunicará ao sistema muscular e a todo o aparelho locomotor, - fica como mais ágil sentindo esse efeito.

Os 10 principais modos em voga atualmente para atar a cola são conhecidos por:

1 – Bailado


2 – Negro Velho


3 – Nó de Capataz (Para arrocinar cavalo)


4 – Passeio em carreira


5 – Corneta ( Essencialmente para corrida de cavalhadas, festas tradicional dos cidadão rio-grandense)


6 – Moço bonito (Para ver a noiva)


7 – Seguranças (Atado ao cavalo do amo, pelo seu peão ou capanga)


8 – Uruguaio (Usado no Rio G. do Sul mais para passeio)


9 – Segurança



10 – Nó ligeiro(Para recolhidas ou apartes de rodeio)


Fonte: Artigo publicado nos Anais da ACCC nº 13 - julho 1942






2 comentários:

  1. Otávio Peixoto de Melo - Maragato3 de abril de 2010 13:32

    MARAGATO

    Dentre os dez atados apresentados faltou o CANTA-GALO (e seu significado).

    No mais . . . muito interessante as ilustrações com suas respectivas instruções.

    PARABÉNS

    Minhas guapas saudações!

    Cachoeira do Sul (RS), 03 de abril de 2010


    OTÁVIO PEIXOTO DE MELO

    E-MAIL - peixoto.melo@terra.com.br

    BLOG - http:// maragatoassessoramento.blogspot.com

    ResponderExcluir